Caio está com 3 meses e duas semanas. Esse mesmo tempo virei mãe. Mãe com TODAS as letras. Sim! Porque sou eu quem cuido do meu filho. Estou com ele as 24 horas do dia em uma dedicação quase que 100% exclusiva. Quase 100%, porque às vezes saio para resolver alguma coisa na rua enquanto ele dorme. Minha gravidez foi planejada, mas no tempo de Deus. Então, sempre coloquei na minha cabeça que quem cuidaria do meu filho seria eu. Durante a gestação a pergunta que mais ouvia era: ‘já tem babá”? Respondia que não! Tenho uma pessoa de muita confiança em casa e que me ajuda, mas a babá do meu filho será EU, respondia. A licença é para que mesmo????? Bem, Caio nasceu. E desde o dia 19 de junho deste ano que não relaxo. Estou acompanhando diariamente cada evolução dele. Assim que ele descobre algo eu me sinto mais mãe porque sei que faço parte ativamente desse processo. E que delícia!!!! Quanta história vou poder contar para ele…

O fato é que a ficha que de que minha licença maternidade está CAINDO! Gente, 4 meses só??? Um absurdo as empresas privadas não darem no mínimo 6 meses, quando é esse o tempo indicado para a amamentação exclusiva. Já deveria ser lei e pronto. Será uma loucura para mim continuar amamentando estando fora de casa. Mesmo assim estou disposta. Sei que vou conseguir. Mas essa separação vai ser traumática. Já estou sofrendo só de imaginar. Ai nesses meus momentos de reflexão recebo esse vídeo:

 

Depois de ouvir essas sábias palavras me convenci ainda mais do quanto essa licença maternidade é injusta. Aproveitei para assistir a propaganda política hoje e nenhum candidato fala sobre o assunto. Será que nenhuma mulher pode levantar essa bandeira e lutar por isso???

Gostou do post? Então compartilhe com seus amigos:
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://casacasada.com.br/casa-casada-mae/licenca-maternidade-injusta/
Instagram