Está chegando o dia: bloco da Giazinha

04 fev
2015
  Casa Casada Mãepor   

Hello people!!! Mais uma vez dei uma mega sumida daqui não foi?! Muitas novidades acontecendo e às vezes não consigo dar conta de tudo. Vamos lá! Antes de ficar aqui me explicando muito (vergonha de vocês), quero convidar toda a família para a primeira prévia infantil com todo conforto que nós, pais, merecemos. Meu baby Caio tem só 7 meses e vou levar sabendo que vai ter toda estrutura, como trocador, para que o nosso carnaval não seja uma dor de cabeça. Já estamos com a fantasia e agora é aguardar, porque….

image

 

…faltam apenas três dias para o Bloco da Giazinha!! A festa vai ser comandada pelo grupo A bandinha, Dj Fofão e orquestra de frevo que vão tocar músicas voltadas para o público infantil. Além disso, a criançada também vai contar com um ambiente totalmente climatizado, e um trocador para socorrer as mamães e os pequenos na hora da folia. A festa será animada pela equipe de recreação do Bola Conxita, e toda parte de camarim com a equipe Juba Club. Os ingressos estão à venda nas lojas Empório Papinha Recife e Diminuti Baby Kids e custam R$ 25,00 para os pequenos e R$50,00 para os adultos. Não percam!! Já é neste sábado a partir das 10:00 da manhã no Haras Boa Viagem.

Serviço:

Local: Haras Boa Viagem

Onde: 07/02/15 10:00 da manhã

Preço: Crianças – R$ 25,00 Adultos – R$ 50,00

Onde encontrar: Empório Papinha Recife (81) 30972890 & Diminut Baby & Kids (81) 3426-2645Graças/ (81) 3268- 1124 Casa Forte/(81) 3326-2780 Boa Viagem

Licença maternidade injusta!!!

26 set
2014
  Casa Casada Mãepor   

Caio está com 3 meses e duas semanas. Esse mesmo tempo virei mãe. Mãe com TODAS as letras. Sim! Porque sou eu quem cuido do meu filho. Estou com ele as 24 horas do dia em uma dedicação quase que 100% exclusiva. Quase 100%, porque às vezes saio para resolver alguma coisa na rua enquanto ele dorme. Minha gravidez foi planejada, mas no tempo de Deus. Então, sempre coloquei na minha cabeça que quem cuidaria do meu filho seria eu. Durante a gestação a pergunta que mais ouvia era: ‘já tem babá”? Respondia que não! Tenho uma pessoa de muita confiança em casa e que me ajuda, mas a babá do meu filho será EU, respondia. A licença é para que mesmo????? Bem, Caio nasceu. E desde o dia 19 de junho deste ano que não relaxo. Estou acompanhando diariamente cada evolução dele. Assim que ele descobre algo eu me sinto mais mãe porque sei que faço parte ativamente desse processo. E que delícia!!!! Quanta história vou poder contar para ele…

O fato é que a ficha que de que minha licença maternidade está CAINDO! Gente, 4 meses só??? Um absurdo as empresas privadas não darem no mínimo 6 meses, quando é esse o tempo indicado para a amamentação exclusiva. Já deveria ser lei e pronto. Será uma loucura para mim continuar amamentando estando fora de casa. Mesmo assim estou disposta. Sei que vou conseguir. Mas essa separação vai ser traumática. Já estou sofrendo só de imaginar. Ai nesses meus momentos de reflexão recebo esse vídeo:

 

Depois de ouvir essas sábias palavras me convenci ainda mais do quanto essa licença maternidade é injusta. Aproveitei para assistir a propaganda política hoje e nenhum candidato fala sobre o assunto. Será que nenhuma mulher pode levantar essa bandeira e lutar por isso???

Para lavar as roupas do bebê

12 set
2014
  Casa Casada Mãepor   

image

 

Bom dia! Tudo bem com vocês?

Eu já tinha indicado aqui o sabão líquido Roma Coco para lavar as roupinhas do seu bebê. Agora quero indicar também um lançamento show da BomBril que se chama Vantage Baby. Na verdade ele é um sabão ‘pré-lavagem’. Como funciona isso?!?! Sabe quando o coco passa da fralda para a roupa? Nem sempre você pode lavar naquele mesmo momento. Ai você pega o balde coloca um pouco do produto e deixa de molho até a hora que você for lavar mesmo. Ele evita a mancha e já deixa a roupa praticamente limpa para receber a lavagem definitiva. Adorei mesmo! Ajuda e muito. Serve também para roupinhas meladas de papinhas, comidinhas… #ficaadica

Firme e forte na amamentação…

08 set
2014
  Casa Casada Mãepor   

Olá leitores, olá mamães e futuras mamães que acessam este blog…

image

Senti uma vontade enorme de escrever mais sobre amamentação. Sigo forte nesta batalha!!! Sim, não é para qualquer mãe. Precisa ter objetivo. O pediatra do meu filho chama o ato de amamentar de uma verdadeira ‘entrega’. E é verdade. Seria muito mais simples voltar a minha vida normal dando o leite na mamadeira. Voltar a tomar meu vinho nos fins de semana… Minha cervejinha na sexta-feira à noite e por ai vai… Estou sem tomar leite de vaca, sem comer chocolate e tudo que como fico na ‘nóia’ de pensar mil vezes antes. Sim, a nossa alimentação interfere no leite materno. Seria mais fácil também para sair de casa e alguém dar o leite a ele quando estiver fome. Também não é fácil a rotina de sempre precisar desmamar porque o peito enche demais. No meu caso, isso acontece quase todos os dias. Enfim! Mas diante de tudo isso afirmo: VALE MUUUUITO O ESFORÇO!!!! Foi e está sendo o aprendizado mais incrível da minha vida. Um vínculo maravilhoso com o meu filho. Tem horas que ele mama tanto que quando solta o peito dá um sorriso lindo de satisfação. É nesse momento que me sinto a mulher mais poderosa do mundo. Uma fortaleza invade minha alma e meu coração explode de amor.

Mas, como sempre digo: para ter sucesso em algo precisa de esforço e dedicação. Precisamos principalmente do incentivo das pessoas que estão ao nosso lado: amigos, família e principalmente o marido!!! Separei algumas dicas que podem ajudar nesse caminho. No post anterior sobre amamentação falei muito da dor quando o leite desce e o que fazer para superar, além de objetos como a bombinha elétrica que as mães devem comprar. E depois que passa essa fase inicial?!

Com quase 3 meses amamentando, posso afirmar que a cada semana fica melhor. A digestão dele está mais amadurecida, ou seja, ele tem menos gases e até dorme mais. Coco, xixi e possíveis alergias?! Não preciso me preocupar. Com o leite materno exclusivo nenhuma mãe precisa se preocupar com essas três coisas. Mas vamos a lista de dicas:

-procure conversar muito com mães que amamentaram. Escute as experiências e fique atenta as dicas delas. Cada uma teve um ‘jeitinho’ para determinada coisa.

-com o auxílio da chupeta, estabeleça os horários das principais mamadas. Imagine que seu peito é uma mamadeira e você não pode dar de meia em meia hora. Essas mamadinhas rápidas são horríveis porque o bebê faz do seu peito uma chupeta e isso não é legal porque ai você também não faz mais nada nem dentro de casa como: ler um livro, tirar um cochilo, tomar um banho mais demorado, arrumar aquela gaveta…

-criar uma rotina para seu filho desde que você chega da maternidade é um segredo TOP para que o seu dia a dia seja mais tranquilo. Aqui com Caio faço o seguinte:

6h – mamada e em seguida vai para o bebê conforto onde ele cochila ou brinca e fica por perto, enquanto tomo café da manhã com meu marido

7h às 7h30/8h- no próprio bebê conforto tiro toda a roupinha dele, deixando só a fralda e coloco para tomar o banho de sol. Ele dorme nesse momento também. rsrsrsrs

8h às 8h30- deixo o corpinho esfriar do sol. Geralmente ele continua dormindo. Se estiver acordado, coloco no berço e ligo o móbile para ele ficar envolvido. Também é nesse momento que coloco de bruços para soltar gases e também fortalecer o pescoço.

9h- dou o primeiro banho do dia.

9h30-mamada, coco, xixi, mais mamada, arroto… e pronto dorme.

10h30 às 12h15-ele dorme e eu também. Acordo antes um pouco para almoçar e quando estou terminando de comer ele acorda.

12h15-mamada, coco, xixi, arroto… às vezes dorme e às vezes não. Quando ele dorme aproveito para dar umas saídas rápidas pelo bairro mesmo onde resolvo algumas coisas. Se ele ficar acordado, fico brincando com ele…

Durante toda a tarde deixo os horários livres para ele. Se quiser dormir, dorme, se quiser brincar, brinca… Ouvimos música juntos. É quando também recebo visitas. Sim, peço sempre que as visitas venham à tarde.

16h-mamada

20h30-banho relaxante na banheira cheia ou no ofurô + mamada demorada para cair no sono mesmoooooo!!!!

E ai às vezes a madrugada é uma criança: ele acorda 2 vezes e às vezes 1 vez… Peço todo dia aos anjos do céu que ele durma a noite toda. hehehehe

-Para que o leite continue sendo o seu forte, beba muita água, mesmo sem sede. Imagine que você mora no deserto…

-Você também precisa dormir. Controlar a ansiedade de querer resolver tudo em um dia só durante uma única dormida dele. Eu geralmente espalho minhas obrigações ao longo da semana e separo dias para realmente não sair e conseguir dormir durante o dia.

-Coma bastante frutas e legumes. Alimentação sempre saudável para quando der aquela vontade de comer um doce, você não se sentir culpada!

Por hoje é só!!! Espero ajudar com essas dicas e qualquer dúvida manda um email para mim: contato@casacasada.com.br

Beijossss e Caio vai mamar agora, rsrsrs

 

 

Caio, alegria e felicidade

18 ago
2014
  Casa Casada Mãepor   

Essa é só uma chamada para o documentário ‘Caio, alegria e felicidade’ que a Link Digital e eu estamos preparando. Resolvi documentar em vídeo toda emoção e os preparativos para a chegada do nosso filho. Uma recordação para toda vida.

 

Para armazenar o leite materno

29 jul
2014
  Casa Casada Mãepor   

image

Olá pessoas! Andei um pouco sumida daqui, mas é porque a rotina de mãe não é fácil. A boa notícia é que de acordo que os dias vão passando tudo vai ficando mais fácil. E estabelecer uma rotina ajuda muito. Você passa a ter horários ‘livres’, que eu costumo chamar de ‘intervalos’.

Mas hoje quero dar uma dica bem legal. São esses potinhos para armazenar o leite materno no congelador. O kit vem também com um adaptador para colocar o bico da mamadeira. Bom demais! Porque se a mamãe quiser dar uma escapadinha, qualquer pessoa pode dar o leitinho para o bebê. Todos os dias tiro leite com a bomba elétrica. Além de ser um ótimo estímulo, consigo armazenar!!!

ATENÇÃO: Após o leite tirado com a bomba, ele dura 2h fora da geladeira, 12h dentro da geladeira e 15 dias no congelador.

Aprendendo a amamentar…

06 jul
2014
  Casa Casada Mãepor   

Já era para ter escrito esse post desde o dia que descobri que não era fácil como imaginava. Mas resolvi deixar passar a emoção forte que sentia, até para poder escrever com a razão e ajudar outras mamães de primeira viagem. Principalmente aquelas que têm o desejo forte de amamentar. Sim, nos dias de hoje, esse desejo precisa ser muito forte para dar certo.

Quando cheguei em casa da maternidade, meu filhote tinha apenas 3 dias de vida. Nem ele sabia mamar e muito menos eu sabia dar de mamar. Dois marinheiros de primeira viagem. Mãe e filho que ainda estavam se adaptando um ao outro. Eu, anestesiada por aquele ser tão pequeno, tão frágil e que de agora em diante depende muito de mim. Apaixonada, não parava de admirar, de futucar, de olhar todos os detalhes. Não sabia o que estava por vir…

Até o ‘leite descer’, o bebe recém nascido sobrevive da reserva que adquiriu ainda na barriga e também do colostro. O colostro é o leite inicial. Ele garante a alimentação, mas não para sempre. O bebe que ainda não sabe sugar direito, vai enrolando ali. E até ai a dor não aparece. Pouco tempo depois o leite resolve aparecer e ai tudo muda. Meus seios ficaram enormes, doloridos e Caio não conseguia dar conta. Eu também não sabia como ajudar meu filho a mamar direito. Li muitos livros na gestação e nenhum deles disse que seria doloroso. Hoje entendo porque muitas mulheres desistem. Como tinha meu desejo de amamentar muito forte, desistir não passou pela minha cabeça. Eu só queria vencer a dor. E como doeu. Chamei uma enfermeira de um banco de leite que ajudou executando as massagens e como usar a bomba elétrica. Quando ela foi embora, a situação piorou ainda mais. Como o peito foi estimulado, ficou ainda maior, cheio de leite, o bico estava doendo muito e juntou com o desconforto do inchaço nas pernas e pés. Um horror! Foi ai, que na noite de São João, desesperada, mandei um whatsapp para minha amiga Juliana, que é experiente no assunto, e foi ela quem me ajudou naquela noite. A dor passou depois de dois dias seguindo as orientações. Ainda chamei mais uma vez outra enfermeira do banco de leite que passou mais dicas. Hoje posso dizer, tudo que passei valeu a pena. Amamentar é muito bom. Talvez a melhor coisa que já aprendi na vida. A cada mamada, sinto meu filho mais meu, mais próximo… Ele me conhece mais e o meu amor só aumenta!!!

Agora quero compartilhar com vocês coisas que aprendi para contornar tudo e ter sucesso na amamentação. Preparadas?!

O que você precisa providenciar ainda grávida:

-pomada para o bico do peito. Eu usei a partir do oitavo mês de gestação a pomada Lansinoh. E após cada mamada passava mais um pouco. Ela é natural e o bebe pode mamar por cima.

image

-sutiãs de amamentação confortáveis. E os melhores são de algodão.

-bomba elétrica. Uso essa da foto e gosto muito.

image

-luvas descartáveis.

-absorventes para o peito.

-almofada de amamentação.

-cadeira de amamentação.

Passo a passo para amamentar logo que o leite desce:

é preciso seguir a regra das 3 em 3 horas. Sim, seu filho precisa mamar de 3 em 3 horas. Se ele estiver dormindo é preciso acorda-lo. Os recém nascidos são preguiçosos. Eles estão acostumados com o bem e bom do útero e mamar requer esforço. Quinze minutos antes de completar esse intervalo, vá até o quarto do seu filho e inicie a massagem no seio. Use as luvas descartáveis para que os dedos deslizem melhor. Se estiver muito cheio e duro, use a bomba elétrica e tire pelo menos 10 ml antes de colocar o bebe no peito. A ideia é que ele pegue o leite mais solto e não seja tão difícil. Afinal, ele também está aprendendo e precisa de auxilio. É importante também nessas primeiras mamadas deixar o bebe só de fralda e desligar o ar condicionado. Lembram da preguiça? Pois é, seu filho precisa estar esperto para poder sugar com mais força. Nesses primeiros momentos você ajuda ele para ele te ajudar também. Porque o peito só alivia quando é esvaziado.

Outra dica. Seu bebe ainda não dá conta de mamar os dois peitos. E não é indicado que você fique alternando. O leite tem três fases e para a alimentação ser completa, seu filho precisa mamar todo o leite de um peito, para depois passar para o outro. Se ele não der conta do outro, você tira com a bomba. Em pouco tempo ele vai querer e também vai dar conta de mamar nos dois. Kkkkkkkk

É muito importante que você tenha um lugar confortável para sentar. Afinal, no mínimo, pelos próximos  6 meses você vai estar com seu filho nos braços, várias vezes por dia, amamentando. A almofada é muito importante porque os braços não doem. E a cadeira, nem se fala. Estou usando muito.

Espero ajudar as mamães com essas dicas que aprendi no momento que o sofrimento bateu em minha porta, mas foi expulso…

Boa sorte!!!

Quarto do Pequeno Príncipe

18 jun
2014
  Casa Casada Mãepor   

Antes mesmo de ficar grávida eu já imaginava como seria o quartinho do meu baby tanto se fosse menina ou menino. Com a descoberta do sexo iniciei o processo de planejamento dele. A história do Pequeno Príncipe sempre me encantou. Li o livro em fases diferentes da minha vida e sempre tenho um novo aprendizado, uma nova visão… Então o tema não seria outro. Conversei com o papai e ele confiou no meu desejo. Pesquisei muito, planejei, peguei dicas com minha mãe, que é arquiteta, com a nossa colunista aqui do blog, a também arquiteta Cecília Santos, mas no fim das contas ele ficou do meu jeito. Não queria investir muito em modificações no quarto, porque bebê cresce rápido e tinha a certeza que queria um ambiente colorido. Pronto!

Primeiras providências:

O enxoval. Compraria pronto ou mandaria fazer? Optei pela segunda opção. Fiz pesquisa e sairia muito mais caro comprar pronto e não seria nada exclusivo. Sem falar que eu tinha o tema definido. Mais difícil ainda encontrar o enxoval completo do Pequeno Príncipe. Encontrei a ‘fada madrinha’ do enxoval. Ela se chama Tatiana Santana. Acertamos praticamente tudo em uma única conversa. Reservei a data. E reservar a data com quem vai fazer o enxoval é muito importante. Porque ela não vai começar a fazer logo. Mas você garante. De última hora é sempre difícil conseguir uma data. Lembrem do vestido de noiva. Pelo menos quatro meses antes né?! Kkkkkkkkk

-Móveis: a primeira coisa que comprei foi a cadeira de amamentar. Depois o berço. É bem importante ver isso logo porque se a loja não tiver para pronta entrega a maioria dá um prazo de 90 dias. Comprei também um trocador que fez sucesso. Ele é fixo na parede e pode abrir e fechar. Ideal para quem tem pouco espaço no quarto. Não optei por cômoda porque já tinha um armário planejado enorme. A cama que transformei em cama da babá eu já tinha. Só fiz comprar colchões novos. Pronto!

image

-Cortina: quando eu falei que era bom acertar logo a pessoa que vai fazer o enxoval é justamente para você sempre entrar em acordo e ter orientações sobre outros complementos. Por exemplo, a cortina. Providenciei o varão duplo e o blackout. A cortina mesmo que ficaria amostra entrou no kit do enxoval. image -Ar condicionado: se tiver que instalar um, instale logo. De preferência algum modelo que você possa regular a temperatura de maneira digital.

-Papel de parede: outro detalhe que precisa ser visto e instalado logo é o papel de parede. Se tiver que pintar a dica também vale. Isso para dar tempo de qualquer cheiro forte saia do quarto. Esse que usei no quarto de Caio foi na loja A3 Design que fica aqui no Recife no bairro de Boa Viagem.

-Acessórios: essa foi a parte que mais deu trabalho. Não encontrava certas coisas que queria, então resolvi colocar a mão na massa. Foi assim com uns enfeites na parede de entrada do quarto e também com o espelho do banheiro. A bandeja para colocar os acessórios comprei pronta e Tatiana só fez forrar e colocar um plástico no fundo dela. O kit do Pequeno Príncipe do banheiro comprei pronto na TOK STOK. O recipiente para molhar o algodão, a garrafa térmica e o porta algodão também foi lá. A luminária comprei na Etna. O dossel comprei na internet através do site www.atelierjoyceeller.com.br

Agora vamos as fotos do resultado final do quarto! Espero que gostem e qualquer dúvida manda um email: contato@casacasada.com.br

image image image image image image image image image image image image image image image

Bem estar na gravidez…

31 maio
2014
  Casa Casada Mãepor   

Sim, eu me preparei para ser mãe! Não foi por acaso e nem um acidente. Planejei a época, preparei meu corpo, mente e esperei Deus mandar no tempo Dele. E todas as minhas amigas que perguntam como foi, falo disso e principalmente sobre como foi importante essa preparação. Hoje, vivenciando a 36 semana, ou seja, pouco mais de 8 meses, começo a diminuir o ritmo porque minha médica pediu. Confesso que tem dias que fico com muito sono e cansada, mas basta dormir bem que acordo disposta para fazer tudo. Então, nessa reta final, depende muito do dia para saber se vou sair ou fazer alguma coisa. Até porque ainda estou trabalhando. Vou deixar para tirar a licença bem perto de ter.

Mas, essa ‘falação’ toda é para falar sobre as duas atividades escolhidas por mim para praticar durante a gestação: pilates e drenagem.

Porque pilates?

As dores na lombar, bem comuns na maioria das grávidas, começaram em mim muito cedo, aos 3 meses. A sensação era como se meus ossos estivessem se expandindo para começar o crescimento da barriga. E ai tinha horas que a dor parecida uma faca sendo enfiada na minha lombar. Parece filme de terror, mas não é. O incomodo era demaissssss. E esse sintoma é muito comum em grávidas baixinhas e de estrutura corporal estreita. Nessa época pensei em fazer hidroginástica, mas conversando com minha amiga, que é fisioterapeuta, ela me disse que não resolveria. Porque a hidro iria trazer bem estar, mas não ia focar nos alongamentos, exercícios bem trabalhados no Pilates. Pronto, procurei um estúdio com um profissional sério e com competência para trabalhar com grávidas. Afinal, alguns detalhes mudam no Pilates para gestantes. Minha médica passou a autorização e pronto!! Na segunda semana já senti a diferença. As dores foram melhorando e me senti sempre ativa. Contribuiu para também não engordar, afinal é um tipo de exercício físico e queima calorias.

image

Não fiquei inchada, não precisei até agora tirar a aliança, meu nariz ainda não está aquela bolota e possa ser que nem fique. Tive disposição para tudo. Não fiquei gripada e nem doente de nada. Mas aliado ao Pilates escolhi a drenagem.

Porque a drenagem?!

Primeiro que eu já fazia antes de engravidar. Parei durante os três primeiros meses e quando minha médica liberou para voltar dei pulos de alegria. A drenagem ajuda na retenção de líquidos e principalmente relaxa. É o meu momento OFF do mundo. Deixo o cel no silencioso e aproveito aquela uma horinha. Também procurei uma clínica séria porque assim como o Pilates, algumas coisas mudam para a grávida. Como por exemplo, o creme usado. Ele não pode ter princípios ativos. Já sai do Pilates, mas continuo na drenagem.

IMPORTANTE: todas essas indicações que fiz nesse post são ideias para vocês! Qualquer atividade física ou procedimento estético deve ser autorizado pelo seu médico. Nada de fazer por conta própria! Até porque as clínicas sérias vão pedir a autorização médica por escrito.

Pilates – Vitta.   Contato: 81-8660-4946

Drenagem – Siluets Recife. Contato- 81-3034-0005

Como limpar o quarto do bebê

26 maio
2014
  Casa Casada Mãepor   

Estou na fase: ‘finalizando a arrumação’. Programei para que ela fosse agora, na reta final mesmo, quando estou ficando mais em casa. Organizei meu tempo, enquanto eu tinha energia, para tudo que fosse na rua, agora posso cuidar dos últimos detalhes só em casa mesmo. E essa dica eu passo para vocês: comprem logo tudo, providenciem tudo, pesquisem, rodem o comércio… No oitavo mês, a energia já não é mais a mesma!!!

kitlimpeza

Ai nesse post quero falar sobre a limpeza do quarto do bebê. Fiz uma listinha de itens que comprei para que esse momento ‘faxina’ seja feito com o material separado. Segue ela aqui:

-2 frascos grandes de álcool 70

-1 vassoura

-1 rodo

-1 pá

-1 balde

-panos (de chão e para passar nos móveis)

Vamos as dicas!!! Nessa primeira faxina, que o bebê ainda não nasceu, deve ser feita normal mesmo. Aquela das boas que afasta tudo, limpa tudo, lava tudo e tira a poeira espanando… No caso do quarto do meu filho, que é uma suíte, inclui também a lavagem do banheiro. Após isso, é hora de passar álcool 70 nos locais onde você vai guardar as coisas do bebê e a depender do tipo do piso, vale passar nele também. Esse processo do álcool será repetido mais na frente e muitas outras vezes.

alcool 70

Quando o bebê chegar o ato de varrer terá que ser com uma vassoura envolvida com um pano úmido. Isso é para evitar que a poeira suba e fique no ar. Evitar também a entrada de visitas com sapatos da rua. Isso vai conservar também a limpeza. Álcool em gel é um item extra que você pode deixar para sempre passar nas mãos.

No dia a dia com o bebê em casa, é bom separar um momento para abrir as janelas e deixar o sol entrar. Trocar o ar do ambiente. Se tiver mosquiteiro, é preciso lava-lo uma vez por semana.

Um aspirador de pó é uma ótima pedida para passar nas almofadas e onde mais tiver pano no quarto. O lençol do berço deve ser trocado a cada cinco dias. E sempre que possível colocar o colchão no sol.

Pronto mamães!!! Vamos trabalhar!!! kkkkk