Boa tarde pessoas!

Quem me acompanha aqui no blog, sabe que sou louca por vinhos. E essa paixão é antiga mesmo. É declaradamente a minha bebida favorita e ao longo desse tempo fui adquirindo alguns conhecimentos que vão além do ato de apreciar um rótulo. Hoje sei degustar e falar  dos tipos de uva com mais propriedade e a cada dia aprendo mais sobre harmonização. O marido Bruno passou a gostar tanto quanto eu e acredito que o vinho passou a ser a bebida favorita dele também. Nossos amigos, assim como nós, apreciam esta bebida e termina que nossos encontros são sempre regados a muito vinho. Oba!

Por conta dessa paixão, sempre tive vontade de participar de um confraria. Ouvia falar, conheço muita gente que participa, mas nunca tinha tido essa oportunidade, até que os nossos vizinhos do condomínio em que moramos, resolveram criar uma. E assim aconteceu! Primeiro marcamos uma reunião, claro que nessa reunião teve o nosso querido vinho para acompanhar, e decidimos regras e a logística. O primeiro encontro já aconteceu e por isso vou contar neste post o passo a passo para montar uma confraria. Preparados?! Antes uma foto dos primeiros confrades da Confraria Reserva do Paiva (CRP).

image

COMO ORGANIZAR E MONTAR UM CONFRARIA:

1- Marque uma reunião com um pequeno grupo. 

Nessa reunião serão definidos os seguintes aspectos: local, horário e frequência dos encontros, eleição do presidente, atribuições do presidente, o responsável pela escolha e compra dos rótulos, valor por participante e a quantidade de participantes. Esses aspectos são básicos.

2- O que definimos.

Definimos que nossos encontros aconteceriam uma vez por mês, sempre na segunda quarta-feira de cada mês e às 20h. Optamos pela contratação de 1 garçom e definimos que cada confrade pagaria 100 reais por mês estando ou não na confraria. Ou seja, se ele faltar, terá que pagar da mesma maneira. E esse valor precisa ser pago sempre adiantado para que o presidente consiga organizar o próximo encontro. O presidente pode delegar funções. Por exemplo, se naquele mês ele não puder comprar os queijos, ele pode pedir para um dos confrades. Definimos regras para convidados. Cada confrade pode convidar alguém para um dos nossos encontros, desde que seja comunicado ao grupo com antecedência. O mesmo vale para a chegada de um novo integrante. Tudo precisa ser comunicado e acertado com todos. Um grupo no Whatsapp facilita muito a comunicação!

3-Material para confraria.

É preciso comprar taças, copos, tábuas para servir os queijos e pães e outros petiscos. Todo esse material, incluindo até os materiais para o uso do garçom (bucha, detergente, pano de prato, abridor de vinho…) também precisa ser comprado e integrar o acervo da confraria. A ideia é que não fique pegando uma coisa dali outra coisa de lá. E o acervo precisa ser guardado sempre na casa de um confrade onde o acesso seja o melhor.

4-Escolha dos rótulos.

Em nossa confraria elegemos um confrade, mais experiente e com mais conhecimento para ser o comprador. Porém, ele está sempre pronto para acatar pedidos e sugestões de rótulos dos outros confrades para os próximos encontros. A quantidade de rótulos depende muito da disposição dos participantes. Exemplo: em nosso primeiro encontro consumimos 12 rótulos e estavam presentes 13 confrades.

image

5-O que servir:

Servimos queijos, salames, pães com azeite e outros petiscos. Mas pretendemos profissionalizar ainda mais, contratando em algumas edições um chefe de cozinha para preparar entradas e pratos que harmonizem com os rótulos do mês.

6-Primeiro encontro.

Em nosso primeiro encontro, conversamos sobre vários assuntos e também comentamos sobre os vinhos que degustamos. Porém, nos próximos, vamos focar mais em comentar sobre os rótulos degustados. Os vinhos precisam ser os principais assuntos, porque esse é o sentido da confraria: compartilhar gostos, experiências e conhecimento sobre a bebida. Vale levar artigos, revistas e até novidades que envolvam o nosso motivo maior que é a paixão por vinhos.

7- Mandato do presidente.

Definimos que o mandato do presidente tem validade de 6 meses. Nesse período ele precisa ser o responsável para que tudo aconteça, inclusive cobrar o pagamento dos confrades (risos).

Bem, espero ter ajudado! Ao longo da evolução da Confraria Reserva do Paiva vou compartilhando com vocês outras dicas, principalmente os melhores rótulos!

Beijos,

Lara

Gostou do post? Então compartilhe com seus amigos:
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://casacasada.com.br/dicas/como-montar-uma-confraria/
Instagram