Sou filha de dois arquitetos. Minha casa sempre foi um lugar de destaque. Sempre muito bem arrumada e decorada. Minha mãe é um exemplo de dona de casa, profissional, esposa e mãe. A paixão por isso é de sempre. Recordo do tempo em que ainda era menina e ficava no escritório olhando todas as revistas de decoração que meus pais tinham assinatura. Imaginava, sonhava com a minha casa! Com 17 anos fui mora com meu irmão em Salvador. Isso no ano de 2003. Foi ai que tive a minha primeira experiência em ser ‘dona de casa’. Dividia as tarefas com ele, mas a prioridade era mesmo estudar. Mesmo assim, não me controlava em comprar ‘coisinhas’ para deixar aquele ambiente com a minha cara. Um ano depois, meu irmão foi embora e me mudei duas vezes até ficar morando definitivamente SÓ em Salvador. Foi aí que virei uma dona de casa mesmo. Fazia tudo! Senti vontade de aprender a cozinhar, fazer as comidinhas da casa de minha mãe e fui me dedicando. Resolvia tudo e ainda estudava e estagiava. Era uma vida doida! Foram quatro anos assim, até que me formei e fui trabalhar em Petrolina. Senti um alívio na época. Voltei para casa dos meus pais e voltei também a ter minha vida de princesa! (risos) E essa vida boa acabou um ano e quatro meses depois, quando fui trabalhar em Feira de Santana-BA.

Recordo que assim que achei minha primeira morada fui à Le Biscuit e comprei tudo novinho para a cozinha. A cor? Laranja… Na verdade o laranja não é a cor que gosto, mas é que o flat onde morava não tinha vida e eu estava em um lugar onde não conhecia ninguém. Precisava de alegria, motivação… Só fiquei neste lugar seis meses. Encontrei uma amiga/irmã chamada Elica que morava em um apt melhor. Dividimos a moradia e dividimos também muito conhecimento. Ela com o jeitinho simples de quem foi criada na roça e eu com meu jeito mais ‘cidade’. O fato é que nossas comidas saiam ótimas e nossa alimentação e convívio excelentes.

Ai isso durou um ano e quatro meses também! Estava perto de casar e fui morar em Salvador novamente (onde tudo começou). Mais uma casa para montar. E depois que casei, ainda me mudei mais uma vez em Salvador até vim parar onde agora estou: no Recife! Outra mudança… Detalhe: estou no terceiro apartamento aqui no Recife e ainda não é o definitivo.

Resumi bastante essa jornada! Mas ainda vou voltar muito nessa história para compartilhar coisas que aprendi e que fazem parte da minha rotina. Esse blog é justamente isso: uma mistura de receitas, novidades em equipamentos, dicas de coisas para tentar ajudar, beleza, moda e muitas dicas. Não é difícil ser uma dona de casa na Era Moderna. Basta querer. Primeiro tem que amar o seu ambiente e depois tentar levar uma vida organizada no trabalho e também em casa. Meu tempo precisa ser muito bem dividido entre: a casa, o marido, agora filho (meu baby Caio), os amigos, o trabalho e a família. Vou tentar compartilhar um pouco da minha rotina e aceito sempre sugestões que podem ser enviadas para meu email: contato@casacasada.com.br